Caça Menor      

 

 

Para entretem no ano que vem...  30-12-2008 14:58:57 Escrito por António Luiz Pacheco  (0 Respostas)  

 


Para entretem no ano que vem...  

Visualizações 595

António Luiz Pacheco  30-12-2008 14:58:57
 
 

Creio que sendo a caça uma forma de cultura, os livros lhe estão associados
de forma indelével.
Há livros sobre tudo e para os mais variados gostos ou práticas!
Penso sobretudo que o caçador deve buscar nos livros a informação e a ajuda que necessita para formar e sustentar o seu pensamento.
Para mim há livros de caça a que recorro por puro prazer de ler certas partes e
outros para recolha de informação. Os que não dispenso: As "BÌBLIAS"!
Citarei pois as minhas bíblias e convido a todos a fazer este mesmo exercício, que acho interessante e útil na nossa formação.

- Armas/tiro:
Caça Grossa:
"Le tir a balle du gros gibier" - Henri Toussaint
"The perfect shot" - Robertson
Caça Menor
"A técnica do tiro de caça a chumbo" - Júlio de Araújo Ferreira

- Técnica e informação geral:
"A Caça em Portugal", tomos I e II, coordenação Carlos Eurico Costa
"A caça ao coelho", Eduardo Pombal
"African Hunter", Craig Boddington

- Montarias:
Toda a obra de D. Antonio Covarsí, na biblioteca cinegética espanhola
"O livro da Montaria", D. João I de Portugal

- Caça no geral, formação de caçador:
"A caça, uma saudade", Júlio de Araújo Ferreira
"Cartucheira de recordações", Manuel Mucharreira
"Conselhos velhos para caçadores novos", Padre Domingos Barroso
"Cambaco I e II", José Pardal
"Africa, homens e animais bravios", Aleixo Costa
"A propósito de caça", João Maria Bravo
"Saudades de um caçador" ( e outros), João Alberto Nunes Tavares

- Cultura e filosofia de caça:
"Sobre a caça e os toiros", Jose Ortega y Gasset
" A agressão, breve história do mal", Konrad Lorenz
"Os símios caçadores", Craig B. Stanford

- Cães:
- "O perdigueiro Português", padre Domingos Barroso
- "O podengo Português", Victor Veiga

Claro que há outros e muitos mais e excelentes livros, mas estes são os que
eu elejo como mais importantes para mim.
Acho que é um bom pensamento para o final de ano e para ser desenvolvido
no próximo... elegendo os nossos "guias" com o cuidado e critério que se necessita.
Boas leituras

 
                                >> Responder