Caça Menor      

 

 

Obrigado, Santo Huberto! E... silhuetas metálicas.  10-09-2009 4:44:46 Escrito por hernethehunter  (11 Respostas)  

 

Se estivéssemos nos States  10-09-2009 11:57:47 Resposta por Phantom   

 

O prazer das silhuetas metálicas  10-09-2009 15:30:50 Resposta por hernethehunter   

 

Yap, parece interessante  10-09-2009 17:20:45 Resposta por Phantom   

 

Brincar de silhuetas  10-09-2009 18:38:58 Resposta por hernethehunter   

 

por cá...  10-09-2009 23:17:46 Resposta por Pedro Jorge   

 

Caça a cavalo  10-09-2009 22:47:09 Resposta por joaoacabado   

 

Ainda as silhuetas  11-09-2009 17:11:04 Resposta por joaoacabado   

 

Caro João Acabado:  11-09-2009 18:22:23 Resposta por hernethehunter   

 

Ops... Caro João Acabado:  11-09-2009 18:30:11 Resposta por hernethehunter   

 

Obrigado confrade Sérgiol  11-09-2009 18:50:18 Resposta por joaoacabado   

 

Confrade João Acabado:  11-09-2009 19:30:12 Resposta por hernethehunter   

 


Caça a cavalo 

Visualizações 1179

joaoacabado  10-09-2009 22:47:09
 
 

Confrade, parece-me que a tradição da caça grossa a cavalo desapareceu de todo entre nós. Lá por princípios do Século vinte ainda por aqui se praticava a ronda nocturna a cavalo, ao javali, com cães. Da caça ao veado a cavalo já não há memória, só nos escritos antigos. Antes disto, parece que o Senhor D. Miguel era grande aficcionado a caçar toiros bravos, bravios mesmo, a cavalo e com cães, acho que gostava de pegas também... O António Luís Pacheco poderá dizer qualquer coisa mais concreta...!
O que está em força e continua uma velha tradição nossa é o corricão às lebres, acompanhando a cavalo.
A ronda quase que a recuperámos por aqui na zona, haverá uns trinta anos, mas por absoluta falta de enquadramento legal nunca passámos daquilo a que chamávamos na brincadeira a "ronda dos pobres", isto é a pé e a medo...! Agora já será de todo impossível, pois há cercas de arame por todo o lado.
Confrade, tanto quanto sei a caça à raposa com cães e a cavalo, não é nem nunca foi, tradição nossa, de portugueses. Acho que haverá, ou houve, uma equipagem que se dedicou a isso, perto de Lisboa.
De caça a cavalo é tudo o que lhe sei dizer...!

Às silhuetas tenho visto referências em revistas e agora no seu post. Deve ser divertido e óptimo para treinar o tiro a alvo estático. Não fazia ideia que poderia ser praticado com .22. Oxalá pegue por cá a moda... a ver se o pessoal ganha confiança em si e nas miras normais!


Um abraço!

J.Acabado

 
                                >> Responder