Caça Menor      

 

 

Espingarda ''pombeira''!?  23-09-2009 23:53:09 Escrito por felix  (14 Respostas)  

 

Pombeira e pateira  24-09-2009 0:00:49 Resposta por MIGUEL PEREIRA   

 

era, era...  24-09-2009 0:05:47 Resposta por Pedro Jorge   

 

Pombeiras e pateiras  24-09-2009 2:48:54 Resposta por joaoacabado   

 

Pateira...  24-09-2009 3:02:52 Resposta por hernethehunter   

 

Um verdadeiro ''canhão''!  24-09-2009 20:11:15 Resposta por felix   

 

Arma  24-09-2009 21:34:07 Resposta por andarilho   

 

Arma II  24-09-2009 21:52:05 Resposta por andarilho   

 

Obrigado  24-09-2009 22:02:49 Resposta por JMestre   

 

confrade jmestre  24-09-2009 23:39:12 Resposta por jfdias   

 

Obrigado  24-09-2009 22:04:45 Resposta por JMestre   

 

Confrade Mestre  25-09-2009 13:06:34 Resposta por Almeida Alves   

 

Desculpem!!!!!!!!!!  24-09-2009 22:08:00 Resposta por JMestre   

 

Desc II  24-09-2009 22:10:56 Resposta por JMestre   

 

Confrade J. Mestre:  25-09-2009 6:26:53 Resposta por hernethehunter   

 

Fabarm Super Goose  24-07-2010 14:16:18 Resposta por Galho   

 


Confrade J. Mestre: 

Visualizações 562

hernethehunter  25-09-2009 6:26:53
 
 

No meu pescoço, eu tenho uma cicatriz enorme mas imperceptível - vai de fora a fora da garganta, mas como foi suturada por um bom cirurgião plástico quase ninguém nota. É a lembrança de um tumor extirpado em 98, e que graças a Deus nunca mais deu as caras em outra forma.
Quer saber? Em 2000 - mal me recuperara - fui caçar whitetails nos EUA e voltei com doença de Lyme; meu coração dobrou de tamanho, mas eu passei dez anos de vida absolutamente normal, fui pai de dois filhos maravilhosos, e cá estou eu: caçador, politicamente incorreto, beberrão, fumante e saltitante.
Este ano meu médico me disse que ou eu me aposentava ou ia para a fila do transplante; pois bem, parei de trabalhar e... melhorei quase miraculosamente! E vou mesmo parar? Nada! Só estou esperando a aposentadoria sair para começar um mestrado em História, já com olhos distantes num doutorado ao Sol de Coimbra, onde meu bisavô se formou... Ainda vamos caçar juntos uns javalis por aí, vais ver.
Estou cheio de ouvir os médicos falarem nas minhas recuperações "milagrosas", mas vou dar meus slogans mágicos:
- Nunca desista!
- Nunca se renda!
- Como dizem os americanos, it ain't over until the fat lady sings - como na Ópera, nada acaba antes da gorda cantar.
Hoje me revoltei contra o estado do meu jardim (parecia uma floresta tropical) e ataquei-o com a máquina de cortar grama. Minha mulher e minha empregada acorreram apavoradas, pensando que eu ia cair duro: pois acabei a tarefa muito fresquinho, e se a gente se sente bem... f**** os médicos!
Sei bem que para uma meninota de treze anos a situação pode ser diferente, mas também sei de outra coisa: a vontade de viver dela é mais intensa do que a minha, e com a sua ajuda... Não existem limites.
Fica marcado nosso encontro, daqui a três anos perto de Coimbra. Como sou visita, o maior javali é meu!
Abraços sinceros do,
Sérgio.

 
                                >> Responder