Caça Menor      

 

 

Partiu o Artur Gil Machado...  02-11-2009 12:32:05 Escrito por António Luiz Pacheco  (7 Respostas)  

 

É sempre triste  02-11-2009 12:53:21 Resposta por Jaime   

 

É sempre triste  02-11-2009 12:58:22 Resposta por Jaime   

 

As minhas condolências...  02-11-2009 20:05:16 Resposta por alectorisrufa   

 

As minhas condolências  06-11-2009 22:36:01 Resposta por joaoacabado   

 

Condolencias.....  08-11-2009 22:22:17 Resposta por Miguel Raposo Pedro   

 

As minhas condolências.  09-11-2009 13:55:27 Resposta por Gilberto Fernandes   

 

Santo Huberto o guarde  09-11-2009 22:50:49 Resposta por MIGUEL PEREIRA   

 


Partiu o Artur Gil Machado... 

Visualizações 896

António Luiz Pacheco  02-11-2009 12:32:05
 
 

Um Confrade nosso que se foi, no Sábado 31...

Era um entusiasta da caça grossa, e foi um dos pioneiros da actual montaria,
que esteve na criação do Clube Português de Monteiros, a cuja direcção pertenceu
na sua época de oiro e ainda hoje é a voz que receb no gravador de chamadas quem para lá telefone.

Foi uma pessoa aberta e amigo de comunicar, apaixonado pela caça grossa
africana e pelos livros de caça.

Como verdaderio Caçador era de carácter generoso, amigo de ensinar e leal
nas suas amizades.

Foi dos que me apadrinharam desde o primeiro momento em que comecei a frequentar o ambiente das montarias do CPM. Fazia parte do núcleo duro e
desde logo me acolheu e ajudou a evoluir, sem querer saber quem era ou de onde vinha, porque o Artur era assim, tratava todos por igual e com a mesma
cordialidade e até paternalismo!

Lamento não ter podido ir acompanhá-lo na sua descida à terra-mãe.

O seu companheiro habitual (João Brito Fontes) já lá estava á sua espera...
e aposto que quando São Pedro me receber e enviar para o paraíso dos caçadores, irei dar com ele a uma mesa, com a garrafa de Famous Grouse,
e a discutir fuirosamente... chamando-me para desempatar uma qualquer
diferença de opinião sobre calibres ou coisa do género... eram uma dupla inseparável...

A caça para mim fica mais triste, e não voltarei certamente a ir ao Paço da Raínha, jantar com eles naquelas animadas tertúlias e discussões... que começavam no vinho, seguiam sobre a qualidade da alheira e acabavam a sonhar com búfalos e pála-pálas...

São memórias e histórias da caça.

Até qualquer dia Artur! Mantenham o "Grouse" e o gelo a postos...

 
                                >> Responder