Caça Menor      

 

 

HISTÒRIAS COM FRIO - I Serra de Guadalupe  21-12-2009 13:37:29 Escrito por António Luiz Pacheco  (7 Respostas)  

 

Hum... que pas con esta mierda del  21-12-2009 13:40:28 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

Incompleto  21-12-2009 13:57:19 Resposta por Luis Paiva   

 

Pois é... eu sei que falta, mas...  21-12-2009 14:21:41 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

aqui confrade Pacheco :  21-12-2009 15:07:11 Resposta por luisnovais   

 

Quer neve, ora tome lá...  21-12-2009 14:02:01 Resposta por luisnovais   

 

Deixe lá... faz bem á alheira!!!!  21-12-2009 14:19:45 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

As imagens...  21-12-2009 15:16:46 Resposta por António Luiz Pacheco   

 


HISTÒRIAS COM FRIO - I Serra de Guadalupe 

Visualizações 700

António Luiz Pacheco  21-12-2009 13:37:29
 
 

Fica o desafio para um novo tópico:

Histórias com frio... para entreter e arrepiar!

Foi em Janeiro de 1993, numa "montaria de anos".
Fui montear para a zona de Trujillo (Cáceres) ali para a sierra de Guadalupe,
com o meu amigo de Vila Nova da Raínha Francisco Freire.
Frio muito... com gelo que nunca derreteu...
No primeiro dia era mista e no segundo só porcos.
No sábado, dividimos o posto, e ao Chico Freire competia atirar primeiro, eu
enfiei-me na cadeira e levantei a gola da samarra, que estávamos numa umbria
e a erva estalava debaixo dos pés... o Freire ia-se mexendo eu só enregelava
enfiado na maldita cadeira...
Vieram uns veados e ele deitou um abaixo... "Luiz é a sua vez" ouvia eu lá
ao longe... nada! Nem tive ânimo para me levantar e enrolei-me mais na minha
samarra (que me salvou a vida!) e ali fiquei até ao fim.
Dizem que estava branco e não parava de tremer...
Só com a sopa de lentejas comecei a dar acordo de mim e o fogo me aqueceu
um pouco, já tive ânimo para a foto junto ao quadro de caça...
Dali fomos para o hotel e eu ainda me sentia mal, tinha tremores e tudo me
doía... fui para o quarto e enquanto a malta ficava cá em baixo nas "copas",
eu enchi uma banheira de água tão quante quanto podia suportar e enfiei-me
la dentro... arrefeceu e enchi segunda!
Quando desci para o jantar, até parecia uma farinheira acabada de pôr ao fumeiro... eh!eh!eh!... rebrilhava e tudo.
Depois como era dia de anos foi cá uma jantarada... com jambón (o melhor
do Mundo), queso manchego (o terceiro melhor do Mundo, para mi. empata
com o S. Jorge - o Velho mas fica depois do Azeitão 1º e do Serra 2º... ah! e o
4º é o Camembert!), e um bom Rioja, depois uns revueltos de esparragos e um
solomillo a la plancha... ainda me recordo!
No dia seguinte foi aos porcos e cada um na sua porta, calhou-me uma solera
e vinguei-me... abati dois!

Eh!eh!eh! Ainda tremo quando penso no frio que tive e no mal que me senti.


C:\Documents and Settings\LUÍS\Os meus documentos\Serra Guadalupe.jpg

 
                                >> Responder