Caça Menor      

 

 

Carabinas...  30-03-2010 17:28:33 Escrito por Pires  (29 Respostas)  

 

Confrade Pires  30-03-2010 18:36:55 Resposta por luisnovais   

 

Compra de carabina  30-03-2010 19:16:50 Resposta por João Biscaia   

 

Confrade pires...  30-03-2010 21:23:38 Resposta por alvaropitas   

 

Confrade Pires: a remington 7400, passou para 750  31-03-2010 9:52:22 Resposta por luisnovais   

 

Confrade Pires  31-03-2010 12:05:00 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

Já que falam em mim...  31-03-2010 14:20:29 Resposta por Pedro Jorge   

 

Confrades : Pires e Luiz Pacheco  31-03-2010 14:46:27 Resposta por luisnovais   

 

Confrade Luis Novais  31-03-2010 15:16:48 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

Confrade Luiz Pacheco...  31-03-2010 17:01:40 Resposta por luisnovais   

 

Confrade Pires:  31-03-2010 18:09:57 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

BOLAS ENGANEI-ME  31-03-2010 18:16:16 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

Medidas...  02-04-2010 0:41:51 Resposta por Pires   

 

Confrade Pires...  02-04-2010 12:26:03 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

Ensaiar a carabina no armeiro  02-04-2010 17:04:01 Resposta por Luis Paiva   

 

Posso estar errado...  03-04-2010 1:02:26 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

O Correr a Mão  03-04-2010 21:35:17 Resposta por Filipe Domingos   

 

O Confrade Antônio Pacheco está com a razão...  04-04-2010 3:51:56 Resposta por hernethehunter   

 

Correr a mão II  04-04-2010 11:11:40 Resposta por Filipe Domingos   

 

''Dança''  04-04-2010 20:51:57 Resposta por Inácio   

 

Swing  04-04-2010 23:42:53 Resposta por Pedro Jorge   

 

Confrade Inácio ... e o Glen Miller?  05-04-2010 0:04:44 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

Há swings e swings ...  05-04-2010 9:46:35 Resposta por Luis Paiva   

 

Vais à pesca?  05-04-2010 10:13:26 Resposta por Filipe Domingos   

 

mais uma achega  02-04-2010 23:32:12 Resposta por Pedro Jorge   

 

Confrade Pedro Jorge:  03-04-2010 0:53:09 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

A cada cabeça ...  31-03-2010 15:33:42 Resposta por Luis Paiva   

 

ORAÌESTÀ....  31-03-2010 18:13:10 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

Correr a mão  05-04-2010 14:12:26 Resposta por joaoacabado   

 

agradecimentos aos amigos Pedro e João  19-06-2010 1:01:19 Resposta por mariofrade   

 


mais uma achega 

Visualizações 717

Pedro Jorge  02-04-2010 23:32:12
 
 

Confrade Pacheco, com as devidas reservas, o equilibrio e balanço são importantes em todas as armas, ainda que nas carabinas seja mais um pormenor.

Repare que disse "ainda vá..."

O vestir da arma é importante, mais que a escolha do calibre, do tipo de arma... pessoalmente, encaro este factor com mais relevo numa arma destinada ao uso em montaria que numa destinada a espera ou a aproximações.

Se numa espera temos tempo para ajustar a arma à cara e efectuar uma tomada de pontaria o mais correcta possivel, em montaria não só não é habito haver tempo para grandes correcções...

Toda a tecnica de tiro com projectil único (carabina) será diferente da de tiro com multiplos projecteis (espingarda). Se com espingarda ainda posso admitir que se façam tiros "para ver se dá", com carabina irrita-me solenemente ouvir falar em tal.

Uma carabina é uma arma de precisão, comparada com a espingarda. O tiro com esta tem de obedecer a este principio, ou seja, não tem nada a ver com a sorte, sob pena de se correrem grandes riscos de segurança, dado o alcance e efeitos inerentes ao seu uso.

Por isso considero importante o equilibrio de qualquer arma. Note-se que equilibrio neste particular não significa distribuição de pesos, mas toda a componente ergonómica, das medidas correctas ao balanço. Logico que para tiro estático, pode haver, e há, aspectos menos importantes nesta equação, a arma pode ser mais pesada, mais comprida de cano e coronha... até há vantagens.

Uma arma destinada à montaria (ou batida para ser mais generalista) quere-se curta e equilibrada, não muito pesada para se poder ter nas mãos por bastante tempo e pronta a ser encarada com facilidade e eficiencia. Para espera não é preciso muito mais, pois as distâncias não são por ai alem. Já para aproximação as coisas são bem diferentes, pois uma arma para alta montanha nada tem a ver com uma para a planicie.

Uma outra coisa é tambem importante na compra ou escolha da arma: pensar desde logo se vamos montar mira telescópica e que mira será esta. Há modelos de arma que não permitem a montagem de determinadas miras, outras ficam com uma altura demasiado elevada e obrigam a disparar com um encare demasiado alto e desapoiado...

Será dificil conseguir uma arma que "dê para tudo" e mais ainda um conjunto arma+mira...

O experimentar uma arma antes de a comprar... é dificil de se conseguir legalmente... infelizmente só correndo riscos se pode conseguir tal feito.

Quanto ao tiro em movivento já me referiram diversas vezes que é proibido disparar com carabina excepto na caça, mas nunca vi isso escrito em nenhuma lei, ainda que não as conheça todas nem saiba como as procurar.

A minha primeira experiencia com uma carabina foi no campo de tiro de Ota, na altura era também a sede da Browning... foi deveras interessante, pois consistiu em dar 5 tiros num ecran de cinema num túnel com uns 25 metros de fundo por 5 de lado. Passava a imagem de um posto de montaria, e aquando do disparo um dispositivo electronico parava o filme e nós iamos ver onde tinhamos acertado eheheheheh A 2 contos cada 5 tiros ainda dei cabo de umas caixinhas de 30-zero qualquer coisa...

Para treinar o tiro de carabina, ainda não encontrei nada mais parecido com... a pressão de ar. Com uma mira telescopica o mais parecido possivel com a da carabina é um treino indispensavel e barato, ainda que nada substitua a verdadeira arma, claro.

Confrade Pacheco, a sua BAR afinal tem alça ou rampa de batida? De qualquer forma, pode tirar uma e por a outra sem problemas, se assim o entender... ah, obrigado pelos cumprimentos ao meu pai, serão entregues no domingo.

E tem toda a razão quanto aos entendidos. Já tive o privilégio de encontrar verdadeiros mestres que dentro da sua modéstia e paciencia acabaram por me ensinar mais umas coisas, mas os ditos entendidos aparecem a cada esquina. Felizmente as minhas funções nem sempre me colocam na frente destas questões.

Falando no Oscar Cardoso (ops, não o do SLB) uma das partes que mais gosto nas suas obras é a das "maneiras na sala de armas"... às vezes parece-me que ninguém ouviu alguma vez falar naquilo. Isso assusta-me.

Cumprimentos,


PJ

 
                                >> Responder