Caça Menor      

 

 

Criação  23-04-2010 10:49:15 Escrito por Luis Paiva  (10 Respostas)  

 

nã sei....  23-04-2010 11:36:00 Resposta por Inácio   

 

Muito atrasadas  23-04-2010 13:05:01 Resposta por RMBC   

 

Concordo com O Confrade Inácio...  23-04-2010 13:43:53 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

Confrades da Primavera  23-04-2010 15:15:25 Resposta por luisnovais   

 

Confrade Luis Novais  23-04-2010 17:18:03 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

!?  23-04-2010 17:39:25 Resposta por Inácio   

 

Confrade Luiz  23-04-2010 17:52:36 Resposta por luisnovais   

 

Sobre as sementeiras...  23-04-2010 18:29:17 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

Na classe dos marrecos  23-04-2010 21:15:21 Resposta por joaoacabado   

 

Na classe dos marrecos  23-04-2010 21:25:05 Resposta por joaoacabado   

 


Sobre as sementeiras... 

Visualizações 723

António Luiz Pacheco  23-04-2010 18:29:17
 
 

Aqui há uns anos, paguei bem cara uma "seara de girassol"...
Nunca me passou pela cabeça tal coisa...
Havia ali um talhão que ficou depois da Brisa nos retalhar a seu bel-prazer e
conveniência, uma coisa mínima com 270m2... que a associativa me pediu
para lá semear um bocado de girassol para ver se atraía as rolas... e eu deixei.
Esqueci-me de um detalhe... eu tinha aquela área (que tinha caderneta e tudo)
inscrita como pousio... e como era sempre igual todos os anos, fazendo retirada
voluntária de meia-dúzia destes retalhos que não tinham interesse.

Pois não é que os c....ões foram ao satélite e logo me caíram aí em cima a
fiscalizar... como se fosse uma coisa gravíssima quer pela área quer pelo
destino do girassol... e toma lá uma penalização que até fiquei roxo!
Por mais que argumentasse e explicasse ... e se a tal "seara" estava rala e
ordinária! Mas nada, como são tudo gente muito séria, foram inflexíveis!

Por bem fazer, mal haver... já que começaram aí com os ditados!

Um abraço

PS - Confrade Inácio, partilho da mesma opinião e lembro a famosa fábula:

Num dia de grande calor ia um viajate por uma estrada de campo, e às tantas
cheio sentou-se a descansar um pouco debaixo de um sobreiro e numa baixa fresca onde havia uma hortasita.
Pôs-se a matutar e acabou por comentar:
"Isto a Natureza sempre faz coisas mal-feitas! Então o sobreiro que é uma
árvore destas dá uma frutinha tão pequenina como a bolota! A ali aquela
abóbora tão grande, nasce ali de uma plamtinha rasteira... isto realmente há
coisas muito mal feitas...".
Estava nisto e dando-lhe o sono deixou-se dormitar, até que de repente "Zás",
cai-lhe uma bolota na cabeça... acorda sobressaltado e dá logo um grande salto!
"Livra... olha se o sobreiro desse abóboras!".

Pois é... a Natureza faz tudo bem feito...

Tal com Deus... Deus tudo o que faz é perfeito!

Dizia o padre Manel Zé Maria no sermão...
Depois da missa, o sacristão, marreco, ajudava o padre a desparamentar-se
e ia resmungando... "A obra de Deus é perfeita! Não haja dúvida... basta olhar para mim!".
Resposta do padre: "Mas meu filho, na classe dos marrecos és do mais perfeito que há!".

AH!AH!AH!

Um abraço e venha a Primavera... serôdia ou temporã... que venha!

 
                                >> Responder