Caça Menor      

 

 

Lei das armas  07-03-2011 21:31:45 Escrito por ravira  (13 Respostas)  

 

Boa questão!  07-03-2011 21:44:08 Resposta por António Luiz Pacheco   

 

Se não tiver pressa...  07-03-2011 22:33:24 Resposta por Pedro Jorge   

 

Lei das armas  08-03-2011 0:15:56 Resposta por ravira   

 

Lei das armas  08-03-2011 0:09:41 Resposta por ravira   

 

Lei das Armas  08-03-2011 0:33:40 Resposta por manelribeiro   

 

Lei das Armas  08-03-2011 0:20:35 Resposta por manelribeiro   

 

Depois conte como foi...  08-03-2011 2:26:44 Resposta por Pedro Jorge   

 

http://www.psp.pt/Lists/AE_Documentos/Attachments/  11-03-2011 17:16:39 Resposta por Ermesinde   

 

talvez ajude  11-03-2011 17:17:47 Resposta por Ermesinde   

 

CARÁCTER É O QUE SE PRECISA  14-03-2011 0:53:01 Resposta por jardiniz.diniz   

 

CARÁCTER É O QUE SE PRECISA  14-03-2011 0:53:54 Resposta por jardiniz.diniz   

 

CARÁCTER É O QUE SE PRECISA  14-03-2011 0:57:54 Resposta por jardiniz.diniz   

 

Arrumando a casa  14-03-2011 11:31:03 Resposta por Luis Paiva   

 


CARÁCTER É O QUE SE PRECISA 

Visualizações 1077

jardiniz.diniz  14-03-2011 0:57:54
 
 

O Confrade "JONAS" enferma de uma doença muito em voga hoje em dia: FALTA DE CARÁCTER.
Só Assim se explica que use o anonimato, se esconda por detrás de um pseudónimo, para lançar a suspeição e a calúnia sobre pessoas idóneas e que, ao longo de alguns anos, dirigiram de forma digna e incontestada a Associação de Caçadores de Sobral da Adiça, exemplar, atrever-me-ia a dizer.

Depois dos Corpos Sociais cessarem funções, contas aprovadas por unanimidade em Assembleia Geral, das mais concorridas de sempre, vir para um espaço como este, onde qualquer um pode aceder e fazer juízos de valor sobre pessoas que não conhece, lançar dúvidas sobre a honestidade de gente considerada na nossa comunidade e que sempre revelou qualidades acima da média, demonstra ser possuidor daquilo que referi inicialmente: Falta de dignidade e de carácter. Tenha, pelo menos, a coragem de se identificar, quando lança o seu veneno. Até as cobras fazem isso.

Identifico-me, como o sr. deveria fazer:

JOÃO DINIZ
Pres. da Junta de Freg. de Sobral da Adiça
Sócio Fundador da Associação (nº4)

P.S. - O Ex-Presidente da Associação pede-me que aqui coloque um texto seu, para conhecimento de todos:

" A Direcção cessante da Associação, vai dar resposta a quem não a merece, pois quem abusa do nome de um cidadão e não se identifica é um ser desprezível e, como tal, só poderá influenciar os que, como ele, são de baixo nível:
Certamente esteve na reunião da Assembleia de 20 de Fevereiro, onde as contas foram esclarecidas e aprovadas por unanimidade dos 27 sócios presentes, sem a menor contestação;
Vem agora, cobardemente, acusar e colocar em cheque a direcção cessante de ter roubado, porque gastou em duas batidas 8 000 Euros. Não me admira que uma simples direcção de uma associação seja acusada disso por um ilustre e bem formado senhor, neste país onde nem o Presidente da Répública e o Primeiro Ministro se safam de ser caluniados por qualquer anónimo.
É da tradição que todos os anos se façam batidas, onde para além da parte desportiva, é importante a confraternização entre todos os associados e, não só.
Sabemos que isso implica custos exagerados resultantes dos almoços para todos, jantar para muitos, servidos com todo o requinte, bebidas à discrição por muitas horas e batedores à disposição durante a caçada. A Associação paga tudo, esquecem-se.
Gastámos, é certo, nas duas últimas batidas cerca de 8 000 Euros, mas houve uma receita de 3 930 Euros, proveniente da venda de portas, almoços e caça abatida, contabilizados, que o "jonas" não mencionou, porque não lhe convinha e as coisas, como as colocou, têm mais impacto para os seus instintos malévolos.
Quero referir que as bebidas que não foram consumidas, foram oferecidas à Comissão de Festas.
Como a vida é traiçoeira: A Direcção actual, ao tomar posse, na voz do seu Presidente, propôs um voto de louvor à Direcção cessante, pelo trabalho desenvolvido durante oito anos, que agradecemos mas não aceitámos por apenas termos tentado fazer o melhor que podíamos. Vem agora este sócio cobarde difamar quem tanto trabalhou, ao serviço de todos os associados. É a recompensa pelos oito anos de serviço desinteressado!
Outro pormenores poderei aqui esclarecer, se fôr caso disso.
Termino dizendo-lhe: não seja cobarde, dê a cara, veja e reveja as contas, não seja caluniador, o anonimato é vergonhoso e só revela a sua personalidade.

Pela Direcção cessante
José Manuel Menor Baião, Presidente


 
                                >> Responder