| | 863 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
Porque não votarei no PS 

  Também nós fomos muito maltratados nos últimos tempos (Artur Guérin)   
  RedaccaoPSH 04-09-2009 10:56:31   
     
  Tenho recebido muitíssimos e-mails em resposta ao meu artigo PORQUE NÃO VOTAREI NO PS, todos eles favoráveis e estimulantes.
Entre eles quero destacar o do meu amigo Artur Guérin que me deu autorização para o tornar público.
Gostaria assim, se possível e logo a seguir ao meu, que fosse publicado.
Cumprimentos,

António Villar de Souza



Lisboa 3 de Setembro de 2009

Caro António

Gostei de ler o que escreveste acerca das próximas eleições e do alerta que lançaste aos caçadores deste País.

Julgo que sabes que lá em minha casa também existe uma professora, que nos últimos anos voltou a ir a manifestações depois de mais de trinta anos de interregno e ao ver o modo “amoroso” como o Primeiro-ministro e a Ministra da Educação se referiram ontem a eles, fiquei a pensar porque é que os caçadores nunca se manifestam. As razões serão diversas mas uma coisa é certa:

- Também nós fomos muito maltratados nos últimos tempos.

Voltando à questão das eleições vale a pena reflectir no que recentemente se passou com a proposta de Lei 222 até à mesma ser aprovada e publicada já como Lei 17/2009 (alteração à lei das armas 5/2006).

A proposta original era DEMOLIDORA. Um exemplo apenas: aos armeiros nem era reconhecido o direito de vender uma gravata ou camisa.
Perante tal situação foi formada uma frente comum de caçadores, atiradores, armeiros e coleccionadores que manteve contactos com a sub comissão de Administração Interna na Assembleia da Republica.

Vejamos então qual foi o comportamento dos partidos políticos nessa comissão, que teve por missão rever e preparar para aprovação cada um dos artigos da proposta de lei 222.

Comecemos pelo P.S.D. que presidia à comissão; as propostas vindas deste partido praticamente não existiram e o apoio às nossas posições foi nulo o que aliás não nos surpreendeu pois o mesmo tipo de posição já tinha sido assumido aquando da Lei 5/2006.

Do Bloco de Esquerda, um partido profundamente urbano, veio o que se esperava. Tudo ficava como estava ou se possível um bocadinho pior.
Do P.C.P. vimos com agrado um apoio claro apesar de limitado e “austero”a algumas das principais reivindicações.

O deputado do C.D.S.-P.P. talvez por ser caçador foi de facto um nosso aliado e espero bem que não tenha sido por causa disso que o Dr. Portas o mandou para Bruxelas.

A deputada do P.S., Dr. Sónia Sanfona, surpreendeu-nos pela compreensão e vontade demonstrada em alterar a situação, em contra ponto com as pressões vindas do Terreiro do Paço. É pena que pertença a uma facção minoritária dentro do seu partido e como tal não concorra às Legislativas.

Compreenderás agora porque te escrevi. Queria alertar-te para a escolha que vais fazer, pois como bem frisaste a abstenção é a pior das soluções e o voto nulo, idem.

Por isso te digo:

Também não votarei P.S. …….. nem P.S.D.,… nem B.E.

Um abraço,

Artur Guérin
 
 
     
 
Comentário(s) 

Salazar 
Comentário 
Têm que se decidir 
Premeditação 
Neste PS ...nunca 
Eu votarei P.S. 
Também nós fomos muito maltratados nos últimos tempos (Artur Guérin) 
Não votar PS é um dever cívico... 
Politica de caça? 
Agora é que é ! 
Dignidade 
Mais um voto...no não! 
Confrade 
Nem eu 
Eu Também nao!!!!! 
EU TAMBÉM NÃO 

     
  Voltar
 
 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:0s) © 2004 - 2020 online desde 15-5-2004