| | 982 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
«Mata-Pendura» 

  A ética da montaria   
  acvalent 21-12-2007 19:58:48   
     
  Concordo quer com o A. Moreira quando defende que não deveria ser permitido comercializar os animais abatidos, quer com o A. L. Pacheco, quando defende "a antiga e prática de no fim da caçada dividir, por todos, as reses abatidas", prática aliás muito divulgada na caça menor, quando se caça “para o monte”.
Mas … todos sabemos, parece-me, que os casos em que actualmente é feita a divisão da carne pelos participantes, pelo menos assim me diz a minha, ainda que escassa, experiência, são a excepção. E são-no pois requerem uma logística (local adequado, veterinário, talhante, etc.) que poucas organizações de montarias têm para o fazerem. Trata-se ainda de um processo moroso, e todos sabemos que no final da montaria, terminada a refeição e confraternização, todos gostam, sobretudo os que se deslocam de longe, de poder regressar ao conforto das suas casas rapidamente.
Não sendo então essa a prática corrente, que acontece no final da montaria?
Pelo que me tem sido dado constatar há duas soluções muito mais frequentes.
Quando as reses cobradas são poucas muitas vezes é a própria organização que fica com as carcaças, para posteriormente organizar algum convívio com os seus associados. Aqui não há comercialização da caça, mas podem não ser os participantes na montaria que depois gozam o fruto da caçada.
Quando há muitas reses no quadro de caça, a prática que mais frequentemente é anunciada, veja-se a título de exemplo o programa de montarias do centro deste ano, é o leilão das reses.
Não contrariando que possa haver alguns indivíduos que, movidos pelas piores razões, se inscrevam nas montarias de mata-pendura, não haver montarias de mata-pendura em nada elimina o comércio da carne, pois qualquer um pode apresentar-se ao leilão que normalmente se inclui no programa da montaria.
Ou seja, se num caso podemos apelidar os caçadores de ganaciosos, noutro teremos de o fazer apenas aos que compram as reses no final e mais ainda a quem os vende, e com isso lucra (e às vezes não é pouco), em concreto a todos os que incluem a organização da montaria (caçadores, clubes, associações, câmaras, turismo, etc.).
Afinal qual é a ética da montaria? 
 
     
 
Comentário(s) 

Memória Curta...,ou, Ignorância 
Acertada opinião 
mata-pendura 
Mata-Pendura 
Pois é .. 
Éticas... 
qual etica? 
Pois , pois... 
Dou o meu Apoio 
A ética da montaria 
Concordo! 

     
  Voltar
 
 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:1s) © 2004 - 2017 online desde 15-5-2004, powered by zagari