| | 335 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
 
Relatos de Montaria

Início

Anterior

Próximo

Fim


Montarias do Centro
Montaria de Adão Lobo - Cadaval
 

     

Autor: Filipe Pedroso de Lima Domingos

07-01-2008 22:16:20

 

O Navalheiro
   
Os Postores
   
A Directora da Montaria
   
Saída das Armadas
   
A Porta 9 da Armada D
   
O Oeste que alguém ligado à política depreciativamente disse que abaixo de Leiria só existiam couves, é uma zona que para além das couves tem um sector vinícola de qualidade, uma gastronomia de mar, a doçaria, um sector turístico emergente, o golfe, a cerâmica, os bilros, o artesanato, a floresta, a Pêra Rocha. A serra do Montejunto marca a região em termos orográficos, influenciando o microclima existente.

Montaria – Adão Lobo - Cadaval
Mancha – Bairro Miguel - ZCM Cadaval
Data – 06-01-2008
Organização – Associação de Caçadores do Cadaval e Câmara Municipal do Cadaval
Director da Montaria – Otília Fernandes
Portas – +-105
Matilhas - 5
Tiros – +- 20
Tempo – Encoberto
Resultado – 2 Javalis (1 navalheiro)
Avaliação (de 1 a 10) – 5


Ao voltar a uma montaria organizada pela Associação de Caçadores do Cadaval, tinha ainda bem viva na minha memória uma excelente organização ocorrida o ano passado na montaria de Figueiros.

Esta montaria apesar de territorialmente não estar na zona, uma vez que está na Região Oeste, foi integrada nas Montarias do Centro situação a que seguramente não será estranha a Federcaça

Ao encontro marcado para as 8 horas na sede do Sport Clube de Adão Lobo compareceram cerca de 105 caçadores, todos com aquele esperança interiorizada de ser o seu dia de sorte, na caça ao javali.

Inscrição confirmada, de imediato se retirava o envelope com as senhas para o almoço e café e o nº da porta dando-se essa indicação ao postor respectivo.
Pequeno almoço farto foi entretanto servido a contento.

O Presidente da Associação senhor João Pereira deu as indicações que entendeu por bem tendo dado conta que a mancha tinha sido mudada à última hora, por questões que vão já sendo habituais, levadas a cabo por aqueles que fazem da clandestinidade o seu modus operandis. Nomeou o Director da Montaria, a senhora D. Otília Fernandes, é verdade uma senhora, que desempenhou bem a sua missão.

A mancha que se encontrava de reserva ficava junto ao Cercal a cerca de 14 km, tendo-se feito a deslocação em carros particulares e das armadas até um local o¬nde todos passariam para os transportes que os levaria às portas. A mancha era de coberto florestal sendo o eucalipto e o pinheiro dominantes.

Colocação das armadas com a ordem habitual, tendo eu sido colocado pelas 11:30. O foguete aconteceu por volta do meio dia um hiato de tempo algo exagerado, embora como se sabe, quando colocados na porta estamos em acto de caça.
A mancha não era monteada desde 2004 o que poderia ser um bom sinal. Não houve muitos tiros o que me baixou as expectativas.

As matilhas terão sido talvez insuficientes, pelo menos na minha zona não passaram.
Após o foguete de final, recolha dos caçadores e regresso para Adão Lobo. Quando lá chegámos já estava devidamente perfilado um bom navalheiro, a que se juntou um outro javali. Ficou assim o resultado apenas pelo número de dois.

Foram detectados na mancha alguns daqueles artefactos odoríficos de que os animais não gostam nada, o que terá tido influência no quadro de caça. O Presidente disse-me que às vezes tem vontade de desistir, tanto trabalho que é destruído num momento.
O almoço suficiente foi servido dentro do horário. No final foi sorteado um par de botas oferecido por uma empresa fabricante.

Quando saí para me vir embora já se preparava um baptismo, que pelo aparato visceral prometia.

Aquela esperança a que me referi no início, bafejou o companheiro que normalmente me acompanha nestas lides, já era tempo.

Em resumo, boa organização a que faltou um melhor resultado, pelos motivos atrás referidos e a que a Organização foi alheia.
 

 
Imprimir   Imprimir
     
     
     
     
 
 
 
Votos (17)    
 
     
 
Informação Relacionada

Montaria da Ventosa - Bombarral Uma porta sem expectativas, mas cheia de fait-divers!!! ...

   

1º Troféu de Santo Huberto «Joaquim Rosa» Vai ser realizado do dia 08 de Março do próximo ano o 1º T ...

   

Resultados do plano «Dinamização do Sector da Caça na Beira Litoral» Foi no passado dia 8 de Março e ...

   

Montaria de Figueiros Segundo o Wikipédia, o Carnaval tem raízes históricas que remontam aos bacanai ...

   

Topámos um com o outro em Tapéus Um agradável reencontro de amigos, e companheiros de outras caçadas ...

   

Javalis na Rua Ferreira Borges Foi cumprida a vontade do Dr. José Manuel Alves. Conforme nos confide ...

   

Montaria de Arganil Um dos aspectos indispensável a realçar é o regresso das afamadas “Montarias do ...

   

Javali que futuro? Fala-se hoje com muita acuidade se o efectivo de javalis estará em progressão ou em regressão no território Nacional. Este assunto ...

   

Montaria de Figueiros - Vilar - Cadaval A montaria onde me desloquei que fica mais próximo de casa, ...

   

Montaria da Herdade da Baliza Uma montaria honesta, bem organizada, feita por um grupo de amigos para outro grupo de amigos! Devia ser um exemplo p ...

   

Cadaval apresenta Plano de Ordenamento Cinegético A Câmara Municipal do Cadaval, em parceria com a ...

   

Montaria da Cumeeira e Casais Desertos - Penela A primeira montaria feita a veados nesta zona do país! Foi processo com alguma polémica, envolvendo ...

   

Ordenamento na caça A Câmara do Cadaval apresentou no sábado (16Dez2006) o Plano de Ordenamento Cine ...

   

Montaria de Alvaiázere, 2006-01-21 Apesar dos inegáveis factos, 70% da floresta dos concelhos da reg ...

   

Montaria de Pedrógão Grande Montaria realizada em Pedrógão Grande incluída no programa das Montarias ...

   

Montarias do Centro - Lousã Mais uma montaria enquadrada nas Montarias do Centro na bonita Vila da L ...

   

 
     
  Voltar

 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:2s) © 2004 - 2020 online desde 15-5-2004