| | 1405 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
 
Relatos de Montaria

Início

Anterior

Próximo

Fim


Soure, Montarias do Centro
Topámos um com o outro em Tapéus
 

     

Autor: Alexandre Valente

Co-Autor: Filipe Pedroso de Lima Domingos

14-01-2008 22:24:13

 

Rei da festa
   
Pequeno-almoço em Tapéus
   
Matilha, antes da festa
   
Aspecto da mancha
   
Quadro de caça
   
Um agradável reencontro de amigos, e companheiros de outras caçadas, na montaria de Tapéus, sem que tivessem contudo topado com algum javali, vivo, já que se juntaram cinco num quadro de caça presidido por um excelente navalheiro.
Excelente mancha situada na Serra da Senhora do Circo, vertente nascente do maciço de Sicó.


Tapéus, Soure
ZCM Tapéus
Organização da Junta de Freguesia de Tapéus e Região de Turismo do Centro
João Pereira foi Director de Montaria
Tempo manhoso na concentração mas depois abriu e esteve excelente
Cerca de 140 ha
143 portas marcadas
50 €
9 matilhas
18 tiros, mais ou menos
5 javalis (um navalheiro e duas boas fêmeas)


- Olá Confrade Alexandre! Exclamou o amigo Filipe Domigos.

-Olha o Confrade Filipe! Retorquiu o Alexandre Valente, antes de nos cumprimentarmos efusivamente na praça, diante da Junta de Freguesia, o­nde decorriam as inscrições.

Processo moroso, esse das inscrições, pois foram muitos os caçadores que disseram presente! Estavam marcadas no mapa da mancha (nada mais, nada menos) 143 portas.

Um exagero!

O companheiro que ficou na porta do lado, entalado entre duas carabinas, veio ter comigo, receoso, para me dizer o­nde era a sua porta mas depois, durante a montaria, teve à vontade suficiente para me fazer várias visitas; por respeito à idade do caçador não o quis repreender, mas trata-se de uma postura indesculpável, sobretudo por se tratar do presidente de uma ZCA do concelho. Um outro companheiro da montaria, com quem falei apenas no final, disse-me não ter sentido segurança na porta que lhe foi sorteada, pelo que se terá deslocado para uma porta vizinha, o­nde pediu guarida para não ter de correr riscos.

Na zona da armada 2 a primeira hora foi marcada por ladras consecutivas e convictas, mas inconsequentes. Coelhos, disseram os matilheiros quando por lá passaram, mas foi uma raposa que por ali passou, muito depois da matilha ter desaparecido.

Algumas notas negativas. A primeira para a forma de sorteio das portas; sem pretender por em causa a honestidade com que terá sido feito, permite críticas, e “... à mulher de César não lhe basta parecer, …”. Outra para os muitos (são sempre demais) caçadores que continuam vergonhosamente a disparar as suas armas após a sinalização do final da montaria.

Notas muito positivas também as houve. O trabalho das matilhas foi muito bom, pelo menos aquele a que pudemos assistir. Congratulamo-nos ainda, por razões óbvias, com a presença do Prof. Carlos Fonseca que, aparentemente, faz questão de estar em todas; será sempre bem recebido, não tenho dúvidas. Ainda de louvar a presença da veterinária da C.M. de Soure que, simpaticamente, conversou com os presentes enquanto recolhia amostras para o despiste das principais maleitas que afectam as populações de javali.

Quadro de caça digno e muito concorrido já que um excelente navalheiro fez questão de estar presente. Deu que fazer a um dos matilheiros, num agarre que culminou com o seu sacrifício, à força de chuço, para não o deixar fazer muito mais estragos nos valorosos cães da matilha.
 

 
Imprimir   Imprimir
     
     
     
     
 
 
 
Votos (20)    
 
     
 
Informação Relacionada

Resultados do plano «Dinamização do Sector da Caça na Beira Litoral» Foi no passado dia 8 de Março e ...

   

Montaria de Adão Lobo - Cadaval O Oeste que alguém ligado à política depreciativamente disse que aba ...

   

Javalis na Rua Ferreira Borges Foi cumprida a vontade do Dr. José Manuel Alves. Conforme nos confide ...

   

Montaria de Arganil Um dos aspectos indispensável a realçar é o regresso das afamadas “Montarias do ...

   

Javali que futuro? Fala-se hoje com muita acuidade se o efectivo de javalis estará em progressão ou em regressão no território Nacional. Este assunto ...

   

Montaria de Tapéus - Soure Montaria de fecho de época em que depositávamos uma certa expectativa, já ...

   

Montaria da Herdade da Baliza Uma montaria honesta, bem organizada, feita por um grupo de amigos para outro grupo de amigos! Devia ser um exemplo p ...

   

Montaria da Cumeeira e Casais Desertos - Penela A primeira montaria feita a veados nesta zona do país! Foi processo com alguma polémica, envolvendo ...

   

Montaria de Alvaiázere, 2006-01-21 Apesar dos inegáveis factos, 70% da floresta dos concelhos da reg ...

   

Montaria de Pedrógão Grande Montaria realizada em Pedrógão Grande incluída no programa das Montarias ...

   

Montarias do Centro - Lousã Mais uma montaria enquadrada nas Montarias do Centro na bonita Vila da L ...

   
 
     
  Voltar

 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:1s) © 2004 - 2020 online desde 15-5-2004