| | 215 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
 
Notícia

Início

Anterior

Próximo

Fim


Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e Pescas - Gabinete do Ministro
MADRP: Controle de espécies cinegéticas para caça
 

     

25-01-2008 18:45:20

 

Esclarecimento adicional relativo à existência de vírus de gripe aviaria em explorações de espécies cinegéticas destinadas a repovoamentos.


Por terem surgido dúvidas e suspeitas infundadas entre os caçadores portugueses sobre a eventual presença de vírus de gripe aviária em aves cinegéticas produzidas em cativeiro, a Direcção Geral dos Recursos Florestais (DGRF) e a Direcção Geral de Veterinária (DGV) entendem ser necessário proceder aos seguintes esclarecimentos adicionais:

1- Em Portugal são aplicados planos de monitorização para pesquisa de vírus da gripe aviária em explorações cinegéticas destinadas a repovoamentos e a largadas desde 2005;

2- No âmbito desse plano de monitorização são colhidas amostras em explorações deste tipo, de forma sistemática e regular;

3- Durante o ano de 2007 foram testadas mais de uma centena destas explorações, tendo sido detectado vírus de baixa patogenicidade (virulência), ou seja, diferentes daqueles que têm impacto na saúde dos aves e do Homem, em apenas três: uma de patos e duas de perdizes. Todas as outras explorações foram negativas.

4- As aves das três explorações que deram resultados positivos foram sacrificadas compulsivamente e eliminadas dos nos termos previstos na lei;

5- Actualmente não existe qualquer evidência de circulação destes vírus nas aves cinegéticas produzidas em cativeiro.

Neste contexto, não subsistem quaisquer razões de natureza sanitária que possam constituir uma limitação à circulação destas aves nem à sua utilização para os fins usuais a que se destinam.

Lisboa, 25 de Janeiro de 2008
 

 
Imprimir   Imprimir
     
     
     
     
 
 
 
Votos (16)    
 
     
   
     
  Voltar

 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:1s) © 2004 - 2019 online desde 15-5-2004