| | 497 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
 
Opinião

Início

Anterior

Próximo

Fim


Os cães ...
 

     

Autor: António Luiz Pacheco

16-02-2008 0:17:17

 

   
Andam para aí outra vez nas bocas do Mundo…
Mordem em crianças, mordem em quem calha…
Nos media aparecem muitos “especialistas”… sempre com o mesmo aspecto, de gente que de cães só sabe que gosta deles e pouco mais…
Dizem sempre o mesmo: a culpa é do dono, a culpa é até de quem foi mordido… sempre… as pessoas não conhecem os cães, ou, os cães não foram “socializados”…


Enfim nunca se soube tanto sobre cães, nunca se falou tanto sobre eles. Qualquer pessoa que julgue que gosta de animais, acha que deve exibir uma diferença, um “lado” qualquer que nunca sentiu nem teve, mas acaba por acreditar que “lhe fica bem” ter um cão! È uma assumpção de qualquer coisa!

E ao adquirir o cão, porque “gosta imenso de animais”, mesmo que de animais até então só conheça os pombos da praça, torna-se num especialista em cães, e em particular no da raça que adquiriu! Sabe tudo sobre eles, conhece o carácter e a história, tem um livro e “bebeu” o que quem lho vendeu, lhe quis impingir.

Normalmente só absorve uma parte, a parte boa… a mediatizável, a do marketing canino! A outra nem tanto… o cão não é um electrodoméstico que vem com livro de instruções, nem com comando e muito menos programa incorporado! É um ser vivo que tem vontade própria, um sistema hormonal e uma psique, que sofre desvios e é condicionado pelos seus humores… imprevisível.

Mas não o percebem… não! Está lá! Escrito no livro da raça e o veterinário confirmou!
Animal sociável e social, que desenvolve um padrão de comportamento? Que este varia ao longo da sua vida? Até com o peso e força que tem no momento? Um animal que estabelece uma hierarquia? Que pode ser dominante?

O que é tudo isto???? Não vem descrito no livro, ou se vem, foi copiado de um outro que por sua vez cita um outro, e quem o escreveu nem se apercebeu disso e quem o leu menos ainda: o cão é o que dono quiser! E pronto, basta dar-lhe carinho, alimentá-lo e levá-lo ao veterinário para ser desparasitado e ser vacinado!

O facto de ser uma raça que precisa de espaço, um cão de caça ou de guarda, isso não interessa… confinado a um apartamento? Ora… dorme no quentinho e isso basta! Não se percebe que o animal é violentado e aviltado desde que nasceu, impedido de seguir a sua tendência natural. Que não sabe se dorme no quente ou tem assistência médica… sabe que há uma força a puxá-lo, a chamar por ele, e que as paredes o impedem de acudir a esse chamado… vai à rua duas vezes por dia, mas nunca chega a perceber o que é aquilo, o que são aquelas coisas, os cheiros que sente e não pode confirmar, tanta coisas que o intriga e não pode investigar…

“É um cão feliz e equilibrado!” garantem, vai à rua, tem as vacinas em dia, dorme seco e aconchegado, come o que é suposto precisar… gorduras? Não!!! Alimento seco com fibras, proteínas e vitaminas! O veterinário recomendou uma ração caríssima, com tudo que deve ter, entre as suas duas viagens, uma ao Belize e outra à Patagónia…
 
   
 

«Insistir em fazer de cães de guarda, animais de companhia, é concorrer para a desgraça!
É uma falta de respeito pelos próprios cães, e hoje que tanto se fala de direitos dos animais, ignorá-lo é um atentado ao bom-senso, e algo que mais tarde ou mais cedo se paga caro!»

 
   

E o cão leva a sua vida… de cão! Alguns quando comem comida… adoecem!
Isto o que vejo e vivem milhares de pobres cães, tratados como gente e não como aquilo que são e a que têm direito… a serem cães!

Tenho amigos que nunca viram um cão na vida e de repente resolvem ter um… tornam-se de imediato especialistas em cães! Não há nada mais insuportável!

Tomam um ar de superioridade e me dão secas enormes sobre as qualidades e a forma de ter e tratar os seus cães, aliás cães em geral! Desdenham dos meus habituais 11 a 15 que tenho, e do facto de que cresci entre cães, de todas a cores, tamanhos e feitios!

Criticam o tê-los presos na corrente, em semi-liberdade, correndo às folhas e ao vento, ladrando à Lua, cheirando-se uns aos outros e ao que os rodeia, que aliás conhecem… coçando as suas pulgas alegremente, esfregando-se na terra quando lhes apetece, roendo ossos crus o¬nde afiam a dentuça e entretêm o tédio, comendo como gourmets a sua sopa de toicinho, arroz, pão e couves, e ladrando como loucos ao que lhes desperte o alerta!

Ah! Grandes cães! Assim até apetece ser cão… e são felizes, mostram-no em saltos e ladradelas amigáveis, lambedelas e amizade, rebolando e saltando! Caçam quando é de caçar, são soltos quando devem ser… e vacinados, desparasitados como os outros, dormem nas suas casotas e na palha quentinha junto com as pulgas (onde já se viu um cão sem pulgas!?) ou na rua conforme o tempo ou o que lhes der na gana! Um banho anual contra as carraças e alguma vigilância… mais uns assobios e falar diários…

Tenho amigos que são criadores de cães, a sério. Outros que são treinadores de cães e até de quem tenha um “hotel” para cães…

A minha vida tem sido partilhada com cães, ao calhar e os que calham… tive dezenas de cães, soltos, presos, bons e maus, de caça, de guarda e dos que não prestam para nada… amiúde dizemos: “no tempo do… “, “tinha a…”, como uma forma de nos localizarmos e de balizar uma época marcada por um cão…

Oiço agora a conversa dos conhecidos, que por terem um cão são peritos… dos criadores que apenas os multiplicam e comercializam, dos especialistas que vão à TV ou pontificam nas publicações de opinião… a minha vingança era dá-los a ler ou a ouvir aos meus cães! Palavra! Mas infelizmente ainda não tive nenhum que lesse…

Fala-se em raças potencialmente perigosas… (e quais não o são?) fala-se em muitos casos de ataques, de mordeduras e até fatais… mas é tudo relativo e não o percebem…

O minúsculo “panda” (do mais ruim que já tive) será perigosíssimo para a Laurinha (2 anos) claro… como o “turco” o era para qualquer adulto, ou o “rex”… e até o “panzer” se fosse o caso, pois tamanho, dentes e ânimo lá estavam!

Um cão, de caça sobretudo, é sempre um cão com um instinto particular… valente e armado para o que tem de fazer… seja de mostra pura ou polivalente! Um cão de guarda seja de corpo seja de rebanho, é sempre um animal determinado, valente e armado que se entrar em funções será difícil de deter!

O cão não existia… foi feito. Feito para determinados fins, e apurado geneticamente por gerações, para esses fins! Não é por dormir numa almofada e comer enlatados que isso vai ser anulado. Está lá! E pode ser despoletado em qualquer momento, contra qualquer pessoa e nunca se sabe quando!

É altamente romântico e até fascinante dizer que aquela raça foi trazida pelos bárbaros e era usado como cão de guerra, que depois passou a guarda de rebanhos, e que finalmente dorme ao fundo do quintal… mas não entender que o cão assassino, o lutador, pode despertar a qualquer momento… é mais do que inconsciência, uma estupidez e irresponsabilidade que pode ter custos elevados!

Há raças de companhia! Há raças que sofreram processos de selecção para serem cães de regaço… como outros para serem guardas, caçadores, vigias ou o que quer que seja.

Insistir em fazer de cães de guarda, animais de companhia, é concorrer para a desgraça!
É uma falta de respeito pelos próprios cães, e hoje que tanto se fala de direitos dos animais, ignorá-lo é um atentado ao bom-senso, e algo que mais tarde ou mais cedo se paga caro!

Um cão de caça é para viver ao ar livre, caçando! Um cão de guarda é um animal a ter em conta, no seu papel e restringido à sua função! Não são para ter em casa, em apartamentos que os tornam neurasténicos e desequilibrados, ainda que a poder de alimentação e cuidados supostamente “adequados” e a pseudo-treinos que os condicionam ou “peiam” mas nunca impedem… ou então arranquem-se-lhes os dentes!

Entendam-se e tratem-se os cães como aquilo que são… CÃES!
 

 
Imprimir   Imprimir
     
     
     
     
 
 
 
Votos (69)    
 
     

Comentário(s) (11)   Comentário(s) (11)    
    aliança    
    Cães, donos, e legisladores...    
    Genes    
    perguntar a quem de direito!    
    Como de costume ......    
    os caes    
    concordo!    
    Os donos dos......    
    Excelente Texto    
    Quem fez a lei....    
    Não sabem nada!!!    
   
     
  Voltar

 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:2s) © 2004 - 2017 online desde 15-5-2004, powered by zagari