| | 266 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
 
Opinião

Início

Anterior

Próximo

Fim


A morte de «Cannelle» podia ter sido Evitada
 

     

Fonte: gara.net

09-11-2004 11:00:00

 

Um grupo de caçadores de Urdox, abateu no Vale de Axpe a última ursa parda dos Pirinéus, de nome "Cannelle" (Canela) que andava acompanhada da sua jovem cria. Era a última fêmea fértil da sua espécie em perigo de extinção que vivia nesta cordilheira.

Com a sua morte eliminou-se a possibilidade de continuidade desta espécie autóctone e põe em perigo a vida da sua cria. Os especialistas afirmam que é difícil um urso tão jovem sobreviver sem a progenitora.

Agora, quando é tarde e que chovem as críticas, Pirinéus Atlânticos, a instituição Patrimonial de Bearn e o Clube de Caçadores decidiram proibir a caça na zona até final do ano, bem como a entrada de excursionistas com cães. Supõe-se que para proteger a pequena cria de 10 meses que escapou ao tiroteio.

Esta morte que podemos qualificar como "crime contra a natureza" representa uma tragédia de dimensão mundial pela situação da espécie que já estava em estado crítico.

Mas as responsabilidades não são apenas dos caçadores, mas principalmente dos governantes que podendo não o impediram. Não se podem aceitar "batidas com cães numa zona onde a ursa andava". Isto não tem qualquer desculpa ou justificação, tendo em conta que de antemão se conhecia a sua presença. A prevenção deste lamentável acontecimento deveria ter sido prioritária e não se fez."
 

 
Imprimir   Imprimir
     
     
     
     
 
 
 
Votos (154)    
 
     
   
     
  Voltar

 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:2s) © 2004 - 2017 online desde 15-5-2004, powered by zagari