| | 486 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
 
Opinião

Início

Anterior

Próximo

Fim


Um Balanço da época 2008/2009 nos Açores
 

     

Autor: Gualter Furtado

08-01-2009 12:00:00

 

   
   
   
Pode-se dizer que esta época venatória praticamente acabou no dia 28 de Dezembro já que espécies como a Galinhola (fechou em finais de Novembro), o coelho bravo e a codorniz (fecharam no último domingo de Dezembro) já não se podem caçar nos Açores com excepção do coelho para a Ilha do Pico e para a Ilha das Flores e num processo que envolve muitas dúvidas e pode mesmo por em causa a sustentabilidade de outras espécies como seja a Galinhola da Ilha Montanha, já que manter aberta a “caça” ao coelho no Pico todo o ano e todos os dias é uma decisão muito pouco acertada.

Esta época venatória a Ilha Terceira voltou a destacar-se como a Ilha mais equilibrada e diversificada em matéria de disponibilidade de recursos cinegéticos, ao ponto de, caso os furtivos e os “caçadores” que não respeitam os limites fixados nos calendários venatórios fossem convenientemente controlados poder-se-ia considerar esta Ilha como um verdadeiro paraíso para a caça com ética e desportiva.

Em São Miguel e embora longe dos tempos gloriosos da caça assistiu-se a uma ligeira recuperação do coelho bravo e do efectivo de codornizes, embora à custa dos lançamentos de codornizes criadas em cativeiro, e cuja capacidade de reprodução no terreno de caça carece ainda de muito estudo e acompanhamento.

Quanto às narcejas e outras aves de arribação como os patos tem sido cobrados praticamente em todas as Ilhas encerrando o período de caça às narcejas este mês de Janeiro e aos patos em Fevereiro como é o caso da Ilha Terceira, como é sabido, a disponibilidade destas espécies depende muito dos temporais e do fenómeno de dispersão.

Finalmente o pombo da rocha e com muitos cruzamentos com aves de pombal foi e é a espécie cinegética mais abundante nas Ilhas proporcionando boas caçadas e excelentes pratos de gastronomia.

Em termos de síntese pode-se dizer que esta época foi muito razoável, proporcionando momentos de convívio muito agradáveis e sempre com a caça como factor aglutinador de amizades que duram uma vida.

Espera-se que este ano de 2009 seja marcado por um continuado combate aos furtivos e que finalmente seja publicada a regulamentação da nova Lei da Caça dos Açores, e sem a qual este diploma não serve de nada.


Votos de Um Bom Ano Novo Cinegético


Gualter Furtado
 

 
Imprimir   Imprimir
     
     
     
     
 
 
 
Votos (23)    
 
     
   
     
  Voltar

 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:1s) © 2004 - 2017 online desde 15-5-2004, powered by zagari