| | 589 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
 
Internacional

Início

Anterior

Próximo

Fim


Em troca de mais protecção para a estes animais
Portugal disposto a aceitar caça costeira à baleia
 

     

Fonte: Jornal PÚBLICO

23-06-2009 10:00:00

 

   
Portugal admite a possibilidade do regresso da caça à baleia a nível internacional, em contrapartida de um maior esforço de conservação destes grande cetáceos. Portugal está a tentar conciliar as posições a favor e contra a caça à baleia na reunião anual da CBI - Comissão Baleeira Internacional que se iniciou ontem no Funchal.

O ministro do Ambiente, Francisco Nunes Correia, lançou um apelo à flexibilidade, como via para se encontrar um solução para o longo conflito interno em que a CBI, que dura há vários anos. “Uma solução só pode ser encontrada se ambos os lados estiverem disponíveis para fazerem concessões e para aceitarem que o resultado final não será perfeito para nenhum dos lados”, disse Nunes Correia, num discurso na abertura da conferência, segundo o jornal PÚBLICO.

Por seu turno, Portugal estaria disponível para aceitar o regresso da caça costeira à baleia tal como o Japão tem reivindicado nos últimos anos. Mas, em contrapartida, exigiria um reforço de algumas medidas de conservação e a redução da caça feita ao abrigo de programas científicos.

De acordo com o secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, só fará sentido uma resolução da qual resulte mais protecção para as baleias. “Estamos disponíveis para trabalhar nisso”, disse ao jornal PÚBLICO.

A caça comercial à baleia está suspensa por uma moratória desde 1986, prática que colocou algumas espécies de cetáceos à beira da extinção. Dividida entre países que defendem e que contestam a proibição, a CBI está a tentar evitar o seu próprio colapso.
 

 
Imprimir   Imprimir
     
     
     
     
 
 
 
Votos (11)    
 
     

Comentário(s) (1)   Comentário(s) (1)    
    Isto esta bonito está.    
   
     
  Voltar

 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:0s) © 2004 - 2017 online desde 15-5-2004, powered by zagari