| | 998 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
 
Relatos de Montaria

Início

Anterior

Próximo

Fim


Montaria da Junqueira
 

     

Autor: Nelson Miguel Santulhão Pinto

09-12-2009 14:13:03

 

   
   
   
O dia amanheceu frio com previsões de chuva, o qual não esmorecia a chegada dos monteiros ao local da concentração. A expectativa era enorme pelos bons resultados habitualmente apresentados pelas Montarias da Matela e Junqueira.

Concentração: Matela (Vimioso)
Data: 28 de Novembro de 2009
Organização: Associação de Caça e Pesca, Cultural e Ambiental da Matela e Junqueira
Tempo: Frio, com previsões de chuva
Mancha: +/- 250 Ha
Matilhas: 5
Postos: 65
Tiros: >200 (seguramente mais de 200 tiros)
Resultado: 10 Javalis


A Mancha não foi revelada pela Organização, só no acto das inscrições é que se soube que o local a ser Monteado era a Mancha da Pena D'águia, mancha com uma área de 250 ha, bastante dobrada e com silvados extensos e densos em encosta virada ao Rio Sabor. O entusiasmo era grande, a frequência de javalis na mancha era assidua, os postos foram divididos por seis armadas devidamente equipadas para oferecerem aos monteiros conforto e condições de segurança.

Depois de as inscrições feitas, era hora de aconchegar os estômagos com o taco da manhã à boa maneira transmontana mas sem bebidas alcoólicas, após o taco da manhã os monteiros foram chamados a ocupar as suas armadas e onde houve uma intervenção do responsável da Organização dando as boas vindas a todos os monteiros e nomeando o Director de Montaria, o monteiro Rui Pereira.

O senhor Director de Montaria alertou às habituais prelecções de comportamento, segurança e outros aspectos relacionados com a montaria (ouvimos sempre o mesmo, mas é sempre oportuno).
A saída para a mancha deu-se cumprindo os horários estabelecidos, saindo primeiro as armadas de fecho e só de seguida as travessas como mandam as boas regras, depois dos monteiros estarem nos seus postos deu-se o inicio da Montaria por volta das 11:30 sinalizado através de um morteiro.

Depois da solta das matilhas até às primeiras ladras e tiros foi um instante, ao todo durante a montaria foram dados seguramente mais de 200 tiros, adivinhava-se um bom resultado final como era esperado e pelas informações que me vinham chegando através das novas tecnologias.
O trabalho das matilhas foi bom, devido à extensão e à densidade de silvados presentes na mancha onde os cães tiveram muita dificuldade de tirar os javalis do seu encâme. Às 14:30 foi dado o sinal de término da Montaria, onde a recolha dos monteiros e reses foi rápida, tendo sido cobrados 4 javalis na minha armada.

De regresso à aldeia de Matela, há medida que as armadas chegavam o quadro de caça ía sendo composto que no final deu 10 javalis, sendo duas javalinas de excelente porte. De seguida realizou-se o leilão das reses e findo este fomos presenteados com o almoço onde figurava um cozido à portuguesa "com todos" de excelente qualidade.
No final ouve ainda tempo para um salutar convívio entre matilheiros, monteiros e população local.

Como notas finais: boa organização, excelente mancha, pequeno-almoço e almoço de boa qualidade e um quadro de caça que podia ser bem melhor não fosse a fraca pontaria demonstrada pelo nº tiros efectuados.
 

 
Imprimir   Imprimir
     
     
     
     
 
 
 
Votos (14)    
 
     
   
     
  Voltar

 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:1s) © 2004 - 2017 online desde 15-5-2004, powered by zagari