| | 358 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
 
Histórias de Caça

Início

Anterior

Próximo

Fim


Reserva de Caça e Pesca - Os Patos Bravos
Caçada de salto entre amigos!!!!
 

     

Autor: Pedro Miguel Matos Silva

04-02-2012 17:32:43

 

   
Venho desta forma descrever uma caçada que ocorreu durante este ano de caça, na minha reserva de caça associativa, onde tinha presentes dois fiéis companheiros o meu grande amigo Rui Farinha Pereira, amigo este que durante muitos anos fui mochileiro e acompanhante de grandes aventuras e de grandes momentos cinegéticos, e de Manuel Silva, senhor este o meu pai, que me passou o grande vício da caça...

Tudo teve início às 8h da manhã na sede de caçadores os "Patos Bravos", o­nde nos concentramos para levantar os cartões com a identificação obrigatória e respectiva ficha de registo de caça abatida.

Enquanto o guarda da nossa associativa animava a malta com as suas piadas e com as suas histórias cómicas, eu e o meu amigo Rui, discutiamos a zona a caçar e como o fazer. O meu pai ansioso fumava o seu cigarrinho ao calor de um café bem quente e da lareira com um lume bem forte.

Saímos então para mais uma jornada, após abrir a minha grande companheira de caça "Flora" cadela esta uma pointer. Enquanto ela fazia as suas necessidades e eu aproveitando a deixa para me equipar com a cartucheira calçar botas, espingarda e claro cantil de água, e mais que mentalizado para bater algum terreno a pé, começamos então a caçada.

A cerca de 100 metros do local o­nde tinhamos deixado os carros, a minha jovem "Flora", faz uma paragem, mesmo decisiva e convicta, de o­nde se levanta um lindíssimo faisão, encaro a minha J.Lagoas de justapostos e ao primeiro tiro o faisão desarma-se no ar e caí no chão, sendo rápidamente cobrado pela minha companheira. Após este lance recebi algúns elogios por parte do Rui e do meu pai. Continuamos a caçada, e o meu pai abate uma perdiz mesmo na dobra de um vale, o­nde a mesma se encontrava a receber os raios do sol pela manhã. E claro bem tirada pela sua cadela "Lira", cadela essa também pointer.

Enquanto continuava-mos a jornada e aguardando que o amigo Rui se realizasse, depáro-me com a sua perdigueira nacional "Carmen", muito concentrada e com uma forma de caçar muito apaixonante e insistente, de o­nde se levanta uma lebre, bem grande, e o Rui como bom caçador que é, e pessoa, como costumo dizer, "bem caçada", aguarda que a mesma se alargue um pouco, e efectua um lindíssimo tiro certeiro, cabendo-me a mim retribuir o elogío e observar a peça junto dele.

A manhã já ia quase a chegar ao fim e decidímos voltar aos carros com a finalidade de ir almoçar. Enquanto passávamos num local bastante sombrio, e húmido, o­nde se encontrava um montado de sobreiros, a minha companheira voltou a fazer mais uma paragem, e desta vez fui surprêndido por uma galinhola, o­nde a abati também ao primeiro tiro e o­nde a minha "Flora" a cobrou lindamente.

Esta foi uma caçada diversificada, efectuada pelo meu grupo, o­nde certamente não irei esquecer este dia, que foi muito bem passado e o­nde todos tivemos sucesso durante o decorrer da jornada.
 

 
Imprimir   Imprimir
     
     
     
     
 
 
 
Votos (48)    
 
     
   
     
  Voltar

 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:0s) © 2004 - 2017 online desde 15-5-2004, powered by zagari