| | 312 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
 
Relatos de Montaria

Início

Anterior

Próximo

Fim


Montaria de Morais
 

     

Autor: NELSON CADAVEZ

02-02-2005 12:33:00

 

   
Um bonito dia de sol era o prenúncio de uma boa jornada de caça, e para encerrar o calendário de montarias no âmbito da IX Feira da Caça e Outros Produtos da Terra, que decorreu de 27 a 30 de Janeiro em Macedo de Cavaleiros e organizada pela Câmara Municipal e pela FACIRC, realizou-se a Montaria de Morais na mancha do Laranjo.

Montaria : ZCM de Morais - Macedo de Cavaleiros
Data : 30 de Janeiro de 2005
Organização : Federação das Associações de Caçadores da 1ª. Região Cinegética
Postos : 100
Resultado : 8 Javalis (1 Bom Navalheiro)
Tempo : Sol
Matilhas : 6
Director de Montaria: António Oliveira Carreira

Os monteiros foram chegando com relativa pontualidade, o que permitiu que bastante cedo nos fosse servido um bom pequeno-almoço como é hábito nestas montarias, de seguida os presidentes da Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros e FACIRC, respectivamente Engº. Beraldino Pinto e Engº. Castanheira Pinto dirigiram-se aos presentes com breves palavras em jeito de encerramento, agradecendo a presença de todos que participaram nesta festa de caçadores.

Nomeado Director de Montaria, a honra e responsabilidade coube a um assíduo monteiro António Oliveira Carreira, que também, com simples palavras, dirigiu a todos as habituais recomendações de segurança.

A colocação das armadas feita em boa ordem permitiu que por volta das 12:15 tivesse início a montaria, a mancha com um coberto vegetal denso, na base de carrasqueira e esteva era propícia ao encame dos javalis, na medida em que nessa noite e nas anteriores tinha geado bastante, o que fazia esperar uma animada montaria.

Rapidamente se começaram a sentir as primeiras ladras, bem como os primeiros tiros que se foram sucedendo a bom ritmo quase até ao final da montaria, pois os porcos andaram sempre mexidos.

Destaque para um navalheiro abatido pelo Luís Gemelgo de muito boa boca, que promete metal, aguardemos pelo resultado da sua homologação, de realçar ainda, um posto em que logo no início lhe entram quatro porcos ao mesmo tempo e que fez um bonito “triplete”.

A recolha dos monteiros e reses foi feita com eficiência, para de seguida partirmos para Macedo onde nos esperava o desejado almoço, onde se destacaram as entradas e uma diversidade de sobremesas próprias de um banquete.

Como de costume, a organização e o ambiente foram excelentes, com muita gente conhecida, apenas um reparo para a forma como o quadro de caça foi exibido, modelo que a organização deverá repensar em futuras edições.
 

 
Imprimir   Imprimir
     
     
     
     
 
 
 
Votos (121)    
 
     
   
     
  Voltar

 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:0s) © 2004 - 2020 online desde 15-5-2004