| | 636 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
 
Artigo

Início

Anterior

Próximo

Fim


Corço - Espécie de Futuro?
 

     

Fonte: CPM

02-07-2004 16:09:00

 

   
A expansão do corço em Espanha e também a dinâmica que muitos caçadores portugueses têm na caça ao corço um pouco por toda a Europa tem levado o Clube Português de Monteiros a uma reflexão sobre a sua presença e expansão em Portugal.

Sem dúvida que o papel que muitos caçadores tem realizado em prol do corço é altamente louvável, com óbvio destaque para o Engº. Álvaro Barreira em Trás-os-Montes.

Destaque óbvio também para muitos cientistas pelo seu trabalho no estudo do corço e sua introdução em muitas regiões do País. O trabalho louvável de Carlos Fonseca e Alberto Ferreira, que têm dedicado parte da sua vida ao estudo dos cervídeos.

Destaque também para a energia do Prof. João Bugalho que sempre acreditou no corço em Portugal.

O Clube Português de Monteiros/Associação Nacional de Caça Maior desde há muitos anos que tem dedicado atenção especial ao corço e sua presença em Portugal a viabilidade da sua expansão entre nós de forma a tornar-se numa espécie cinegética de grande valor.

Cedo participámos e promovemos acções pelo corço em Portugal.

Recordo a presença de Gilbert du Turckheim (actual presidente da FACE) há cerca de 20 anos que percorreu o país de norte a sul pela mão de José Roque de Pinho e da DGF, procurando e encontrando a fantástica possibilidade de introdução do corço em Portugal, pois o seu território dispõe de todas as condições no terreno para a habitabilidade do corço!

Recordo também a participação do CPM e do CIC na introdução do corço na Serra da Lousã há uma dezena de anos. Tal participação foi sem dúvida um dos “pontapés de saída” para o corço. Estamos agora empenhados no apoio às múltiplas iniciativas de gestão do corço em Portugal.

Estamos também empenhados na colaboração com a Associacion del Corzo Espanol no estudo do corço Ibérico. Estabelecemos já um protocolo de colaboração mútua. A presença em Portugal durante a Expocaça do Presidente da ACE (a convite do CPM) Pablo Ortega veio dar vida nova aos nossos ideais e energia para continuar.

Muitos projectos de desenvolvimento do corço estão em marcha no nosso país, entidades públicas e privadas têm dado o seu contributo, mas sem dúvida que o estímulo para a existência do corço em Portugal deve-se aos caçadores e muitas das suas organizações.

O corço é sem dúvida uma espécie de futuro!

O Clube Português de Monteiros está e estará sempre empenhado para colaborar com todas as acções que viabilizam o corço entre nós!"

Estevão Pape Presidente do CPM in Web Site Oficial do CPM
 

 
Imprimir   Imprimir
     
     
     
     
 
 
 
Votos (415)    
 
     
   
     
  Voltar

 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:0s) © 2004 - 2018 online desde 15-5-2004, powered by zagari